Nascida em Tupaciguara (interior de Minas Gerais), Andrea dos Guimarães iniciou seus estudos de piano aos 7 anos com sua mãe Vera Lúcia dos Guimarães Alvim e Nunes. Aos 15, ingressou no Conservatório Cora Pavan Caparelli em Uberlândia/MG e, após abandonar o curso de Engenharia Elétrica da Universidade Federal de Uberlândia (UFU), aos 19 anos, começou a cursar Bacharelado em Canto Lírico na mesma Universidade. Nesta época, formou o trio vocal ‘Nosso Canto’ com suas irmãs Viviane e Thais, dando início a sua carreira artística. Aos 21 anos, trocou o canto lírico pela música popular, ingressando na Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP), onde também fez o seu Mestrado em Música, tendo como tema “Técnicas Contrapontísticas aplicadas em arranjos de canções da música popular brasileira”. De 1999 a 2001, formou duo de piano e voz com Rafael dos Santos.

Em 2002, Andrea fundou juntamente com Daniel Muller (piano e acordeom) e João Paulo Amaral (viola caipira) o grupo Conversa Ribeira, que representou o Brasil em festivais no México e Portugal. Após lançar seu 1º CD em 2007, o Conversa Ribeira foi selecionado no Projeto Pixinguinha (FUNARTE, 2007) e no programa Rumos Itaú Cultural (2008). Também recebeu o prêmio Inovação do Festival Voa Viola (2011). Em 2012, o grupo dividiu o palco com a Orquestra Municipal de Jundiaí – os próprios integrantes do trio escreveram arranjos para incorporar a orquestra de cordas à sua concepção peculiar da música caipira. Ao longo de sua história, o Conversa Ribeira apresentou-se ao lado de artistas consagrados como Guinga, Mônica Salmaso, Paulo Freire, Inezita Barroso. O trio lançou em 2013 seu 2º CD intitulado “Águas Memórias”.

Em 2007, iniciou pesquisa na área de música instrumental com voz, formando o grupo Garimpo com Breno Ruiz (piano), Everton Barba (bateria) e Felipe Brisola (contrabaixo). O quarteto manteve esta formação até 2010, quando lançou o seu disco homônimo Garimpo. Em 2011, Léo Ferrarini (piano) passou a integrar o grupo, e o mesmo mudou o nome para Garimpo Quarteto. O grupo se apresentou no Auditório do Ibirapuera (SP); no IX Festival Brasil Instrumental; no SESC Pinheiros ao lado da cantora portuguesa de jazz Sara Serpa; entre outros.

Em 2011, formou duo com o pianista e compositor Breno Ruiz para interpretar canções dele em parceria com Paulo César Pinheiro. O duo gravou um disco (não lançado).

Em 2015, Andrea lançou no Itaú Cultural seu primeiro CD solo – um álbum de piano e voz intitulado “Desvelo”, com canções da música popular brasileira cantadas, arranjadas e tocadas por ela. Com o espetáculo do disco, Andrea dos Guimarães realizou sua 1ª turnê europeia, tendo se apresentado no HotClube de Lisboa (Lisboa|PT), Salão Brazil (Coimbra|PT), Musiberia (Serpa|PT), Jimmy Glass Jazz Bar (Valencia|ES) e Sedajazz (Valencia|ES). No Brasil, o espetáculo circulou no Museu da Casa Brasileira (SP), Espaço Cachuera! (SP), Festival de Música de Ourinhos, Festival de Inverno de Botucatu, Espaço Cultural Dodecafônico (Jundiaí), JazzB (SP), Casa Thomas Jefferson (Brasília), entre outros